quinta-feira, 8 de abril de 2010

Medicamentos vasculares

-Benzofibratos - estimula a lípase lipoproteica plasmática (capta triglicerídeo).

-Estatinas- inibe HMGcoa redutase, inibe síntese de LDL.

-AAS- inibe ciclo-oxogenase, inibe formação de tromboxano A2 pelas plaquetas.

-Clopidogrel - bloqueia os receptores das pontes de fibrinogênio/plaqueta.

-Dipiridamol - inibe fosfodiesterase II

-Ticlopidina – inibe a via do ADP

-Triflusal – inibe ciclo-oxigenase.

-Abiciximab – inibe os receptores de glicoproteina IIB/IIIA

-Estreptoquinase- liga-se ao plasminogênio e estes complexos ativam outros plasminogênios.

-Uroquinase – ativa diretamente o plasminogênio

-rTPa – ativa o plasminogênio ligado ao trombo.

- Vitamina K – atua na transformação do ácido glutâmico em carboxiglutâmico.

-Warfarina – compete com a vitamina K, tem seu efeito aumentado pela cimetidina e benzofibratos.

Obs.: Os trombolíticos podem ser usados na embolia pulmonar maciça (50% da árvore pulmonar ou 2 artérias lobares).

*Contra-indicações dos Trombolíticos:
-Acidente vascular encefálico e Ataque isquêmico transitório <2meses.
-Hemorragia ativa
-Sangramento gastrointestinal recente (<10 dias)
-Neurocirurgia < 3 meses
-Trauma intracraniano < 3 meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário