quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Tratamento da Trombose Venosa Profunda (TVP)

Medicamentos: Heparina convencional, heparina de baixo peso e
anti-vitamina K


Heparina convencional tem ação na antitrombina, inibindo os fatores II, IX, X, XI, XII.
Inibe principalmente IIa.
Faz-se uma dose de ataque de 80UI/Kg e manutenção 18UI/Kg/hora, (via venosa).


Heparina de baixo peso também tem ação na antitrombina, inibindo os fatores II, IX, X,XI, XII.
Inibe principalmente Xa.
Enoxaparina 1 mg/Kg/dose, de 12/12h (via subcutânea).


Anti-vitamina K compete com a vitamina K, inibindo a formação dos fatores II, VII, IX, X, proteína C e Proteína S.
Deve ser iniciado junto com a heparina, 5mg, e após avalia-se a necessidade de ajuste.
Suspender a heparina somente 5 dias depois do início e se após 2 dias consecutivos o INR manter-se entre 2-3.


Tratamos uma TVP distal pelo risco de progressão proximal.
A TVP proximal pelo risco de tromboembolismo, também há risco na TVP distal, porém em menor grau, e na esperança de preservação da válvula venosa, evitando uma síndrome pós-trombótica.


TAP, INR e hemograma devem ser solicitados no 1°, 3° e 5° dia, para avaliação da anticoagulação e se está ocorrendo plaquetopenia.


Na plaquetopenia precoce, até o 3° dia, pode-se manter a heparina.
No 4° dia em diante esta plaquetopenia é imunológica e toda e qualquer heparina deverá ser suspensa.
Forma-se anticorpo contra a heparina ligada ao fator IV plaquetário, o imunocomplexo ativa as demais plaquetas através do fator FCYRIIa, promovendo tromboses extensas e graves, tanto arteriais, como venosas, podendo acarretar quadros isquêmicos severos.


Duração da terapia:

-TVP distal com causa desencadeante -3m
-TVP proximal com causa desencadeante -3 a 6m
-TVPespontânea -6m
-TVP em paciente imobilizado enquanto durar a imobilização
-TVP em pacientes - com câncer, em tratamento quimioterápico, anticorpo antifosfolípede, com diminuição de Antitrombina, ou proteína C, ou proteína S, homozigotos para fator V de Leiden -por toda a vida
-1° recidiva de Tromboembolismo Pulmonar -12 a 36 meses
-2° recidiva de Tromboembolismo Pulmonar -por toda a vida


A meia-elástica deverá ser iniciada após o término do período de repouso.
Se apesar da anticoagulação adequada ocorrer embolia pulmonar recorrente devemos usar filtro de veia cava.


No caso da Flegmasia Cerúlea Dolens fazer trombolítico e anticoagulação, se não obtivermos resultados satisfatórios podemos lançar mão do tratamento cirúrgico.


Em caso de síndrome de Cockett, ainda aguda, demos investir no tratamento fibrinolítico, com angiplastia e colocação de stent, evitando um novo evento e preservando a veia.

20 comentários:

  1. Obrigado por gastar seu tempo em ajudar seus colegas,
    Atenciosamente,
    Dr Samir 52815322 e cremesp 132736

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa Dr. Samir, fiquei muito emocionado com o elogio!!!
      Obrigada, Dra. Vívian.

      Excluir
  2. Me ajude tenho a sindrome de cockett qual e o tratamento.grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniele!
      Desculpe a demora, não sei pq me escapou q existia o seu comentário.
      Para poder te ajudar, só examinando sua perna e vendo seus exames. Se não como saber em que estágio está e o que pode ser feito, é como entrar em um taxi e dizer - quero chegar na casa do meu conhecido, não sabe o endereço, o nome da pessoa - como chegar lá?

      Excluir
  3. MUITO BOM, SIMPLES PORÉM PRATICO

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Dra. Fiz uma cirurgia vascular para retirada de veias nos membros inferiores já tem 1 mês e 15 dias e em um dos locais está roxo e com uma" bola dura". Segui todas as recomendações ... É normal está assim?

    ResponderExcluir
  6. Dra. Fiz uma cirurgia vascular para retirada de veias nos membros inferiores já tem 1 mês e 15 dias e em um dos locais está roxo e com uma" bola dura". Segui todas as recomendações ... É normal está assim?

    ResponderExcluir
  7. Olá, Mirla!
    Teria q examinar a sua perna para dar certeza, mas é esperado ocorres áreas roxas em alguns lugares maiores e em outros menores e alguns demorarem mais para sair q outros.
    Att, dra. Vivian

    ResponderExcluir
  8. Olá, Dra.Vivian
    Eu tenho problemas de veia tem 7 anos,e eu venho sofrendo com isso.e pra piorar eu machuquei o meu pé direito e abriu uma ferida, já fui em dois médicos,já fiz até aplicações minhas perna e muito feias ....e como dói..... Em dezembro de 2014 eu fiz a cirurgia da retiradas das veias tem só seis mês que eu operei e agora de uns dois mês pra cá está começando tudo de novo sinto muitas dor no pé,e agora fica latejando queimando e a pela está mais escamado e eu não tirei a veia safena ....o que será que aconteceu Dra.Vivan o quê devo fazer.... Obrigada.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Dra.Vivian
    Eu tenho problemas de veia tem 7 anos,e eu venho sofrendo com isso.e pra piorar eu machuquei o meu pé direito e abriu uma ferida, já fui em dois médicos,já fiz até aplicações minhas perna e muito feias ....e como dói..... Em dezembro de 2014 eu fiz a cirurgia da retiradas das veias tem só seis mês que eu operei e agora de uns dois mês pra cá está começando tudo de novo sinto muitas dor no pé,e agora fica latejando queimando e a pela está mais escamado e eu não tirei a veia safena ....o que será que aconteceu Dra.Vivan o quê devo fazer.... Obrigada.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Dra.Vivian
    Eu tenho problemas de veia tem 7 anos,e eu venho sofrendo com isso.e pra piorar eu machuquei o meu pé direito e abriu uma ferida, já fui em dois médicos,já fiz até aplicações minhas perna e muito feias ....e como dói..... Em dezembro de 2014 eu fiz a cirurgia da retiradas das veias tem só seis mês que eu operei e agora de uns dois mês pra cá está começando tudo de novo sinto muitas dor no pé,e agora fica latejando queimando e a pela está mais escamado e eu não tirei a veia safena ....o que será que aconteceu Dra.Vivan o quê devo fazer.... Obrigada.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite doutora
    Meu marido operou em julho as varizes das pernas, mas a direita foi tirada a safena desde a virilha. São 2 meses e pela segunda vez está retornando ao médico com dores na panturilha, inchaço , vermelhidao e queimacão na perna que tirou a safena. Diz ele que não pode encostar a mão que dói e a pele super sensível. Na primeira vez que sentiu isso o médico deu daflan e anti alérgico . Melhorou um pouco, passado 20 dias pirou novamente.
    Qual seria o procedimento diante dessa situação?

    ResponderExcluir
  12. @ Dr Eu fiz uma cirurgia já faz 5 anos tirei a safena E sofro muito com dor queimação E fica dormente não posso nem colocar a mão Que já moro de dor o que aconteceu será ?

    ResponderExcluir
  13. @ Dr Eu fiz uma cirurgia já faz 5 anos tirei a safena E sofro muito com dor queimação E fica dormente não posso nem colocar a mão Que já moro de dor o que aconteceu será ?

    ResponderExcluir
  14. Olá doutora, fiz uma cirurgia de varizes bilateral nos dois membros, ocorreu tudo bem durante a cirurgia. Após retirar as ataduras percebi nos lugares onde foram feitos os procedimentos alguns fios bem finos que mais pareciam fios de café lo, Mas que ao serem tocados provocam dores insuportáveis, pareciam terminações nervosas, alguns lugares esses ( fios nervosos ) eles sumiram, e ficou tudo bem, só que em lugares com a parte que fica entre o final de perna (frente) e o início do pé doi até hj é muito. Já está cicatrizado porém as dores locais permanecem, procurei um neurologista e fiz um exame chamado eletroneuromiografia que não deu em nada, o medico que fez o exame disse que alguns nervos periféricos possivelmente foram atingidos, segundo o médico que fez a minha cirurgia esse tipo de coisa é "comum" acontecer. Um detalhe que gostaria que levasse em consideração é que tive anoréxica a algum tempo e perdi muita massa muscular principalmente nas pernas, isso poderia ter influenciado? Feito com que ao fazer a cirurgia o médico pegasse nervos? Isso vai passar? O problema é nas duas pernas, sendo que a esquerda é a mais sensível.

    ResponderExcluir
  15. Olá doutora, fiz uma cirurgia de varizes bilateral nos dois membros, ocorreu tudo bem durante a cirurgia. Após retirar as ataduras percebi nos lugares onde foram feitos os procedimentos alguns fios bem finos que mais pareciam fios de café lo, Mas que ao serem tocados provocam dores insuportáveis, pareciam terminações nervosas, alguns lugares esses ( fios nervosos ) eles sumiram, e ficou tudo bem, só que em lugares com a parte que fica entre o final de perna (frente) e o início do pé doi até hj é muito. Já está cicatrizado porém as dores locais permanecem, procurei um neurologista e fiz um exame chamado eletroneuromiografia que não deu em nada, o medico que fez o exame disse que alguns nervos periféricos possivelmente foram atingidos, segundo o médico que fez a minha cirurgia esse tipo de coisa é "comum" acontecer. Um detalhe que gostaria que levasse em consideração é que tive anoréxica a algum tempo e perdi muita massa muscular principalmente nas pernas, isso poderia ter influenciado? Feito com que ao fazer a cirurgia o médico pegasse nervos? Isso vai passar? O problema é nas duas pernas, sendo que a esquerda é a mais sensível.

    ResponderExcluir
  16. Olá doutora, fiz uma cirurgia de varizes bilateral nos dois membros, ocorreu tudo bem durante a cirurgia. Após retirar as ataduras percebi nos lugares onde foram feitos os procedimentos alguns fios bem finos que mais pareciam fios de café lo, Mas que ao serem tocados provocam dores insuportáveis, pareciam terminações nervosas, alguns lugares esses ( fios nervosos ) eles sumiram, e ficou tudo bem, só que em lugares com a parte que fica entre o final de perna (frente) e o início do pé doi até hj é muito. Já está cicatrizado porém as dores locais permanecem, procurei um neurologista e fiz um exame chamado eletroneuromiografia que não deu em nada, o medico que fez o exame disse que alguns nervos periféricos possivelmente foram atingidos, segundo o médico que fez a minha cirurgia esse tipo de coisa é "comum" acontecer. Um detalhe que gostaria que levasse em consideração é que tive anoréxica a algum tempo e perdi muita massa muscular principalmente nas pernas, isso poderia ter influenciado? Feito com que ao fazer a cirurgia o médico pegasse nervos? Isso vai passar? O problema é nas duas pernas, sendo que a esquerda é a mais sensível.

    ResponderExcluir
  17. Fiz a cirurgia a 10 dias tirei as safenas até o joelho quando posso começar a dirigir??

    ResponderExcluir